segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Conflitos



Hamas rejeita proposta de Netanyahu de enviar forças internacionais a Gaza
2017-02-27 16:58:37portuguese.xinhuanet.com








Faixa de Gaza, 26 fev (Xinhua) -- O movimento islâmico Hamas rejeitou no domingo a proposta do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, de enviar forças internacionais para a Faixa de Gaza, o enclave costeiro que o Hamas governa desde 2007.

Abdulatif al-Qanou, porta-voz do Hamas em Gaza, disse em uma declaração enviada por e-mail que enviar forças internacionais para a Faixa de Gaza "é um assunto perigoso e é totalmente rejeitado."

No início de domingo, a mídia israelense informou que Netanyahu fez a proposta em uma reunião que realizou com a ministra australiana de Relações Exteriores, Julie Bishop, em Jerusalém.

Netanyahu sugeriu que o Exército israelense assumisse o controle da Cisjordânia e, para examinar as alternativas de segurança em Gaza, fazendo com que as forças internacionais monitorem o território "e lidem com as questões do terrorismo."

O Hamas advertiu que qualquer força estrangeira ou forças internacionais enviadas à Faixa de Gaza "serão tratadas como uma força de ocupação," acrescentando que "o Hamas nunca aceitaria outra nova ocupação."

O movimento tomou o controle do enclave costeiro em 2007, após semanas de lutas internas com as forças de segurança do presidente palestino, Mahmoud Abbas, e seu partido Fatah. A divisão entre os dois rivais ainda não acabou.

Al-Qanou disse que a ideia de enviar forças internacionais para a Faixa de Gaza "é uma grave interferência nos assuntos internos do enclave," acrescentando que "vamos forçá-lo a enfrentar todas as forças independentemente do preço."

Ele ressaltou que a "resistência armada palestina protegerá Gaza, que é a pedra angular da resistência e o portão que nos levará à libertação de todos os territórios palestinos ocupados por israelenses."